Dr. André Luiz Luquini Pereira

Dr. André Luiz Luquini Pereira
Reumatologista e Clinico Geral - CRM-SP: 129.471
Assistente Técnico em perícias médicas
Estudante de doutorado na University of British Columbia - Vancouver, Canada
Assistente de Pesquisa no Arthritis Research Canada

Contato:
*E-mail: andreluquini@yahoo.com.br
*Instagram: @dr.andreluquini
*Facebook: Clínica Luquini
*Website: www.clinicaluquini.wix.com/clinicaluquini
*LinkedIn: https://www.linkedin.com/in/andreluquini/

segunda-feira, 22 de janeiro de 2018


Síndrome de Bertolotti




     Paciente com lombalgia há 2 anos. A Tomografia Computadorizada da coluna lombar mostrou uma vértebra de transição lombossacral com megapófise transversa neo-articulada com o sacro, incluindo sinais degenerativos, o foco da dor. (a alteração já era visível ao Raio-X simples). A neurocirurgia indicou neuroablação percutânea por radiofrequência para alívio dos sintomas. 
     Essa variante da anatomia é muito comum, e na maioria dos casos é assintomática. Quando há dor, caracteriza a Síndrome de Bertolotti, descrita em 1917. Pode ser confundida com uma sacroileíte, síndrome facetária e hérnia de disco. A primeira linha de tratamento é a conservadora e visa a prevenir complicações degenerativas discais. Há alternativas intervencionistas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário